Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

duasmulheresemeia

Vivemos de esperas

1521.jpg

*
Vivemos de esperas.
Constantes esperas.
Desesperantes esperas.
Na correria do dia a dia esperamos, desesperamos, stressamos e angustiamos.
Esperamos constantemente pelo fim de semana. Esperamos constantemente pelos dias festivos. Esperamos constantemente pelas datas importantes e esquecemos nos que somos nós que as tornamos importantes, únicas, especiais. Somos nós que tornamos as datas importantes. 
Esperamos pelos momentos especiais para falar. Esperamos pelos momentos certos para agir e esquecemosnos que esses momentos não existem. Somos nós que criamos os certos. Não vale a pena esperar porque ele nunca vai chegar se nós nunca o criar-mos. 

Deixa-te de esperas. Deixa de viver em  Stand-by. 
Cria momentos. Cria datas. Cria as conversas. Cria as oportunidades. Cria o teu dia. Cria coisas fantásticas para ti. Cria a tua felicidade. Cria a alegria de viver. 

E depois... Vive os momentos, vive as datas, vive as conversas, vive as oportunidades, vive o teu dia, vive as coisas fantásticas e desfruta de tudo com a alegria e a felicidade de não ter ficado em stand-by. 

 
 
Nono <3
 
*Imagem retirada da Internet. 
>

 

Sorrisos que nos dão certezas

tumblr_static_tumblr_static_700tmb8em1c8w0wowo400s

*

Sorrir é um gesto simples e singelo que cria uma expressão facial. Uma expressão facial onde o movimento é silencioso e consiste na extensão dos lábios para os lados com elevação dos cantos. Normalmente, este gesto expõe para o exterior a alegria contida dentro do corpo e da alma. Podemos sorrir por simpatia, amabilidade, podemos forçar o sorriso mas jamais será igual ao genuíno, sincero e espontâneo.
Há sorrisos que criam leves covinhas nas bochechas, há sorrisos que expõem os dentes, há sorrisos tímidos e há sorrisos que nos dão certezas. Confiança. Segurança.
O sorriso é um simples gesto capaz de nos aquecer o coração. Porque não existe nada melhor do que ver alguem genuinamente feliz.porque não existe nada melhor que provocar um sorriso sincero. Porque não há nada melhor que sorrir. Porque o melhor é sorrir para a vida!

Nono <3
 
 
*Imagem retirada da Internet 

 

Vamos comparar

 

 

 

tumblr_lbkudfsuzq1qeeqaho1_500_large.jpg

 

Comparar = Colocar lado a lado duas ou mais coisas a fim de examiná-las, buscando semelhanças ou diferenças.


A comparação levamos a quer evoluir mas também nos destrói. Passamos os dias a comparar ordenados,carros, cabelos roupas, marcas, casas... Comparamos relações, casamentos, festas. Comparamos o incomparável e entramos numa espiral desnecessária de comparações. 
Cada um é um ser único, logo cada um tem a sua vida. Para quê andar a comparar? Para quê entrar em comparação de beleza, estatutos, bens?

A comparação rouba alegria... Rouba o espontâneo, rouba a genuinidade, rouba tudo!  Cansa-te e rouba a tua individualidade, rouba a tua essência, rouba o teu ser especial.

Não entres em comparações desnecessárias... Não entres em guerras e batalhas contigo própria pois minar o teu cérebro e a tua vida é tudo o que não precisas para ser feliz.
Vive sem comparações e viverás na plena felicidade!

Ama-te como és e dá valor ao que tens!

 

Nono <3

 

 

 

 

* Imagem retirada da Internet 

Desculpa...

Desculpa.

Desculpa mas eu não te amo. Não te amo pelo estatuto que tens, pelo carro ou pela conta bancária, muito menos ainda pelos likes e seguidores que somas nas redes sociais.

Desculpa não te amar pelas qualidades maravilhosas que tens. Desculpa não te amar pelo maravilhoso coração que transborda de amor, amizade e ajuda.

Desculpa se não te amo pelos valores que tens e que queres reinstaurar na sociedade.

Desculpa.

Peço-te desculpa por não me apaixonar pelo teu corpo musculado, sorriso estrelado e cabelo alinhado.

Desculpa mas não tenho culpa que o meu cérebro bloqueie e leve o meu coração a palpitar. Que no meu estomago floresça um jardim com borboletar a sirandar. Não tenho culpa que a quimica conspire a nosso favor. Que o magnetismo nos atraía. Não tenho culpa que a física e o universo conspiram a nosso favor.

Perdoa-me mas não tenho culpa que seja uma sociedade a assassinar este sentimento. Não tenho culpa que não queiras fazer respiração boca a boca a este amor.

Não tenho culpa!

Só tenho pena que tudo desvaneça por minha culpa! É minha culpa permitir que uma sociedade destrua este sentimento puro e genuíno.

Sou cumplice da sociedade!

Declaro-me culpada!

... desculpa.

 

Nono <3

 

Eu e tu pelo mundo. Vamos?

Não quero mais.

Não quero mais viver na incerteza.

Não quero mais temer pelas palavras.

Não quero mais estar pendente de uma resposta, uma noticia, um resultado... de algo.

Estou cansada.

Estou cansada de suportar medos, inseguranças, ansiedades e stresses. 

Estou cansada de respostas negativas. 

Estou carente de "sim's". 

Estou carente de certezas, positivismo, segurança e conforto. 

Preciso de espaço e tempo. Preciso do que tenho e não quero. Preciso de menos espaço, preciso de menos tempo. Preciso de segurança. 
Preciso de descansar. Repor energias. Reencontrar-me. Descansar de mim, do mundo, da sociedade. Descansar sentindo-me segura. Preciso de descansar no teu peito, nos teus braços. Preciso de derramar lágrimas no teu ombro amigo, preciso das tuas palavras reconfortantes, preciso de tempo contigo. Preciso de ti comigo. 
Preciso de fugir. Fugir contigo. 
Somente eu e tu a fugir pelo mundo a viver a vida sem duvidas e rotinas. 

Vidas planeadas...

 

tumblr_static_tumblr_static_87jetwibp7cwss084s8gg0

Passamos a vida toda a planear.

Passamos horas da semana a organizar e planear as restantes.

Passamos a viver momentos e situações totalmente planeadas e onde não existe margem para o improviso. 

É por querermos controlar tudo à nossa volta que o inesperado tem mais valor.

As surpresas tiram-nos da nossa área de conforto. Levam-nos ao desconforto e por isso a viver realmente. Viver a vida tal como ela é. 

Eu cá gosto de viver.

Eu cá gosto do inesperado.

Gosto do beijo inesperado.

Gosto daquele abraço espontâneo, inesperado, apertado e totalmente sincero. 

Gosto daqueles momentos sem relógio, sem horário, sem rotina, sem agenda, de momentos completamente inesperados únicos e saborosos. 

Gosto de viver plenamente, no inesperado, no momento... Com planos a serem testados e momentos a serem planeados. 

 Nono <3

 

 

E se eu tivesse tentado?

4d45c6aec1ceb7edf50c59e9aafdcb67.jpg

Na vida perdemos mais por medo do que por tentativas ou falhas.

Atualmente vivemos rodeados de medo. Rodeados de receios e inseguranças. As dúvidas pairam que nem neblina nos nossos pensamentos. Sobre as nossas decisões.

Não arriscamos por medo e depois vivemos uma vida a pensar no "se". Basta!

Temos de aprender a deixar os "se's" de lado. A ganhar coragem para tentar, voltar a tentar e, se for preciso, tentar novamente de forma diferente, de forma corajosa, e acima de tudo, sem medos!

O medo de falhar, de errar é grande. Mas se não tentarmos, não crescemos, não aprendemos, nunca evoluímos...

E no final da soma de todos os dias que vivemos, o pensamento que ficará é "tentei, falhei, mas também consegui".

Não deixes de tentar! Não deixes para amanhã a oportunidade de hoje. Não queiras terminar o dia a pensar ..."E se eu tivesse tentado?"

Porque uma vida rodeada e "se's" será uma vida com menos conquistas, recheada de medos. Não sabemos o que teria acontecido se em vez de pensarmos no "se" pensássemos que somos capazes, passássemos a agir. Passássemos a tentar fazer o que queremos, construir o que sonhamos, sem medo de seguir em frente, sem medo de enfrentar perigos, sem medo dos "se's" desta vida. E no final, quando olhássemos para trás poderíamos ver um longo caminho percorrido, com vários atalhos de medos e tentativas falhas, com várias pedras, com diversas quedas, mas um imenso sentimento de coragem, que se apodera do nosso corpo, por enfrentar-mos o medo, por lutarmos, por não desistir-mos.

E a pergunta "E se tivesse tentado?", teria finalmente uma resposta, seja ela bom ou ruim, não ficaremos a pensar no que poeria ter sido. Teríamos a certeza do que foi. E se correr mal, um outro correrá bem, porque nem tudo são rosas mas também nem tudo são espinhos.

 

Nono <3

Desculpa...

Desculpa.

Desculpa mas eu não te amo. Não te amo pelo estatuto que tens, pelo carro ou pela conta bancária, muito menos ainda pelos likes e seguidores que somas nas redes sociais.

Desculpa não te amar pelas qualidades maravilhosas que tens. Desculpa não te amar pelo maravilhoso coração que transborda de amor, amizade e ajuda.

Desculpa se não te amo pelos valores que tens e que queres reinstaurar na sociedade.

Desculpa.

Peço-te desculpa por não me apaixonar pelo teu corpo musculado, sorriso estrelado e cabelo alinhado.

Desculpa mas não tenho culpa que o meu cérebro bloqueie e leve o meu coração a palpitar. Que no meu estomago floresça um jardim com borboletar a sirandar. Não tenho culpa que a quimica conspire a nosso favor. Que o magnetismo nos atraía. Não tenho culpa que a física e o universo conspiram a nosso favor.

Perdoa-me mas não tenho culpa que seja uma sociedade a assassinar este sentimento. Não tenho culpa que não queiras fazer respiração boca a boca a este amor.

Não tenho culpa!

Só tenho pena que tudo desvaneça por minha culpa! É minha culpa permitir que uma sociedade destrua este sentimento puro e genuíno.

Sou cumplice da sociedade!

Declaro-me culpada!

... desculpa.

 

Nono <3

 

Parar, olhar, ver

 

Parei e olhei a meu lado.

Olhei as pessoas que corriam atrapalhadas com os seus afazeres.

Olhei as crianças que brincavam na rua ao ar livre, sem preocupações ou aborrecimentos.

Olhei os velhos no jardim, observando flores, sentados a jogar cartas, com o descanso merecida de uma pessoa que já muito correu.

Olhei os animais que falavam entre si, na sua própria língua, com os seus próprios gestos, com os seus próprios afetos.

Olhei as flores que cresciam, umas lindas e altas, outras que não tiveram essa mesma oportunidade.

Parei e olhei a vida que corria.

Parei e olhei o relógio que não parava de contar o tempo.

Parei e olhei o mundo que não para porque me recuso a viver, que não sente a minha falta se eu fingir não existir.

Parei e olhei para depois decidir que pararei mais vezes, que vou apreciar mais, que vou correr mais para aproveitar tudo mas também vou parar e descansar para sentir mais.

Parei e olhei para perceber que tudo é tão lindo, tão calmo e ao mesmo tempo tão atrapalhado, tão sincero e por vezes tão oculto.

Parei e olhei e apenas senti que simplesmente tenho de aproveitar tudo, muito mais.

 

Cudgi :)</pp

Existem dois tipos de pessoas...

No verão conhecemos mais dois tipos de pessoas. 

praia ou piscinia.JPG

(imagem retirada da internet)


As pessoas que adoram a praia e as pessoas que adoram a piscina!!! 

Pronto vá lá existe quem não goste de nenhuma e quem adore as duas, mas em geral as pessoas preferem sempre uma!

 

Eu cá prefiro a piscina e vocês?  

Nono <3