Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

duasmulheresemeia

A todos os pais

 

imagesCA8PSFNR.jpg

 

Lembramos neste dia mais que em qualquer outro os nossos pais. Aqueles que estão connosco desde que nascemos, aqueles que vibram com as nossas vitórias e choram com as nossas derrotas, aqueles que nos acompanharam no primeiro dia de escola, assim como permaneceram acordados em todas as noites que choramos e não quisemos dormir, aqueles que nos ensinam a ser fortes, aqueles que nos amparam nas nossas quedas, aqueles que nos dão atenção, carinho e muito amor.

Existem muitos "pais" que apenas o são num papel, e não sabem sê-lo e existem muitos pais que mesmo sem um papel fazem o que o melhor pai do mundo sabe fazer. Os PAIS, são um dos nossos pilares, os nossos super-heróis da vida real, sejam eles de sangue ou não, sejam "eles" as MÃES que fazem o papel de mãe e pai. Pai é quem cria, que nos ajuda, quem nos dá atenção, que "perde" o seu tempo em nosso favor, é quem deixa de parte muitos dos seus objetivo e desejos pessoais de parte em função de nós, filhos.

Muitos pais neste dia não têm por perto os seus filhos e muitos filhos já não têm cá os seus pais, mas não faltam lembranças e momentos que ficam para sempre gravados em nós, momentos que nos fizeram rir e por vezes chorar até, momentos que nos fizeram crescer, que nos ensinaram a viver.

Ao meu pai e a todos os pais deste mundo, muito obrigado por serem como são, por fazerem tudo o que fazem, por conseguirem transformar um ser humano numa grande pessoa. Obrigado pelo amor que têm e que nos dão, sempre.

 imagesCAAH2E0C.jpg

Cudgi <3

 

Prendas para mimar os melhores pais do mundo...

E porque o dia do pai esta a chegar e neste dia todos gostamos de mimar os nossos papás. Por isso mesmo hoje trazemo-vos algumas sugestões de prendinhas.

19368312_M8lrb.jpeg

 
Mas não se esqueçam que mais que oferecer algo aos pais neste dia, e passar tempo com eles, falar com eles... não só no dia 19 de março mas todos os dias do ano.

 

Para mais detalhes de lojas e preços, basta clicar sobre as imagens!

Cudgi & Nono <3

Mãe, Pai, Cresci!

Crescer.jpg

 Longe vai os tempos em que era apenas um pequeno embrião no ventre da minha mae, acariciada pela grande mão do meu pai.

Longe vai os tempos em que era uma recém-nascida, amamentada pela mãe, chorando por ter fome, por ter dores, porque sim e porque não (e não era capaz de dizer o porquê de tanto choro).

Longe vai os tempos em que mal chegava aos pedais da bicicleta e o mais longe que podia estar de alguém era do quarto para a cozinha.

Longe vai o tempo em que a face era coberta de acne e a vinda do período menstrual pela primeira vez foi um horror, um susto de morte.

Longe vai o tempo em que a troca de escola, a separação dos amigos de infância e a escola de um curso para secundário era a maior preocupação de todos os tempos e o terror de todos os terrores.

Longe vai o tempo em que a escolha de uma profissão, a entrada para uma universidade e a separação (mesmo que provisória) dos pais parecia o pior medo e a pior escolha a ser feita.

Longe vai o tempo em que a vontade de fazer tudo bem à primeira, ser a melhor em tudo e fazer apenas o que gostava era uma realidade.

Longe vai o tempo em que era criança, adolescente, jovem-adulta. Longe vai o tempo em que era uma preocupação para os meus pais, ou assim deveria ser. Já não sou uma criança, já não preciso de ajuda constantemente ou que resolvam os meus problemas, não preciso que me digam o que devo fazer ou o que deveria fazer porque é o melhor para mim.

Mas, continuo no tempo em que os meus pais acham que ainda sou um “bebé”.

Continuo no tempo em que a minha mãe me faz mil e duzentas recomendações antes de sair de casa, ou me liga de 10 em 10 minutos se demoro muito a chegar a casa.

Continuo no tempo em que o meu pai acha que ainda não sou capaz de fazer uma grande viagem, pois passarei muitas horas a conduzir ou não conheço mais ninguém.

Acho que ficaram no tempo em que querem e continuam a tomar conta de mim, não querem que cresça, não querem que me “desapegue” deles, porque serei sempre, uma eterna criança.

Mas já não sou uma criança, cresci e continuo a crescer, todos os dias um pouco mais, todos os dias um pouco mais culta e adulta. Cresci desde o tempo em que precisava de proteção e aconchego e continuarei a crescer, mas os meus são os únicos que parecem não entender.

Mas admitindo, a realidade é que, apesar de não parecerem ver-me a ficar cada vez mais velha, cada vez mais crescida, eu adoro continuar a ser a sua criança, a ser a menina que precisa de apoio e proteção, adoro continuar a sua pequena filha!

Eu cresci mas continuarei a precisar deles junto de mim!

 

Cudgi <3