Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

duasmulheresemeia

Príncipes encantados? Felicidade!

 

Há quem diga que o príncipe encantado não existe, há quem diga até que amar outra pessoa é uma grande “treta”, há quem diga que as diferenças muito acentuadas num casal nunca o deixarão ser completamente feliz, há quem diga que bonitas histórias de amor são só invenções.

Será mesmo impossível encontrar o príncipe encantado, ou será que amar outra pessoa é mesmo um engano, ou até serão as diferenças que deitam por terra tudo o que se idealizou ou, na realidade, lindas histórias de amor só existem nos livros e filmes?

Para mim, o príncipe encantado não vai ser perfeito aos olhos da sociedade ou até aos meus, o príncipe encantado será alguém que apesar de todos os defeitos e manias tem grandes qualidades e me fará feliz, para mim, amar alguém não é enganoso, é bonito fazer algo por alguém, porque nos faz sentir bem, porque gostamos de o fazer, por nós, sem esperar nada em troca, isso sim, será uma grande “treta” (sem nos rebaixar-mos ou desmerecer-mos o que somos e as ações que temos para com alguém), para mim, as diferenças não terminaram com uma relação porque são essas diferenças que nos farão crescer, que nos farão adaptar a contrariedades, cada um fará as suas cedências porque, na vida teremos de fazer muitas, para mim, as magnificas histórias de amor existem na realidade, as nossas histórias serão lindas pelo que nos transmitem, pelo que nos fazem sentir, são perfeitas porque nos fazem felizes.

O amor não chega apenas para quem tem gostos semelhantes ou ideias parecidas, uma imagem do futuro completamente desenhada e um caminho futuro perfeitamente traçado. O amor aparece para quem ainda não sabe para onde seguir, para quem não tem uma ideia geral de tudo o que acontece, para quem tem ideias contrárias. O amor pode aparecer para quem nada tem a ver, e não é isso que fará com que seja amor?

Não são as diferenças que farão ver que realmente dará certo porque aquelas duas pessoas sabem como fazer funcionar?

Não são os segredos e os defeitos, difíceis de contar e terríveis de mudar que os fazem perceber que é mesmo com aquela pessoa que querem permanecer? Porque se adaptaram, porque “provaram” a personalidade do outro e agora não conseguem viver sem, porque os completa de forma diferente, porque os dois têm o que em um não existia.

Contrariamente à frase muito conhecida “Os opostos atraem-se”, a sociedade não acredita que personalidades opostas consigam sobreviver por muito tempo, mas não é por isso que eles farão de tudo para resultar? Não é por isso que um fará o que o outro faz, não é por isso que entrarão no mundo um do outro para perceberem o que estes vivem?

Não é por ninguém acreditar que eles serão, no final, um belo casal?

Ele não é um príncipe encantado, nem chegou no seu cavalo branco, mas é o homem que ela ama, por quem se apaixonou e com quem quer ser feliz.

OS-OPO~1.JPGa350c7a24ec003bb05fb803314f7d250.jpg

Nono e Cudgi <3

Quero mudar o mundo!

 

cropped-eu-posso-mudar-o-mundo11.jpg

 

Tenho em mim todos os sonhos de mudança e toda a esperança de que poderei fazer deste mundo um lugar melhor.

Tenho a confiança de poder mudar o mundo, de poder fazer dele um lugar bonito e bom de se estar e viver.

Tenho em mim a esperança de deixar um mundo melhor do que encontrei, um mundo melhor para os outros do que foi para mim.

Eu quero mudar o mundo, espero mudar o mundo, estou a fazer e continuarei a fazer de tudo para mudar o mundo.

Eu sei, tenho consciência e certeza de que não consigo mudar tudo o que aqui existe, tudo o que aqui se faz, eu sei que não tenho superpoderes para mudar tudo, mas sei que se mudar apenas uma pequena parte, se mudar apenas uma pessoa, se mudar apenas uma atitude, já mudei o mundo. Já mudei o mundo de alguém, já mudei a forma de como alguém encara o mundo.

Porque não podemos pensar e querer todos mudar o mundo?

Todos conseguimos fazê-lo, todos conseguimos mudar nem que seja um pouquinho do mundo em que vivemos, todos conseguimos mudar nem que seja uma pequena atitude. Basta um pequeno esforço, basta um mínimo detalhe para que algo mude, e dentro de cada um o mundo somos nós.

Uma pequena pessoa, com uma pequena atitude pode fazer uma grande diferença. É nisso que acredito, e esse é um dos meus lemas de vida. Pequenas atitudes podem gerar grandes diferenças.

mudar-mundo4.jpg

 Nono & Cudgi <3

 

Um modelo a não seguir

A submissão era antigamente um modo de vida, normalíssimo, as mulheres submetiam-se aos seus maridos, sem mas nem, porquês, submetiam-se às suas vontades, aos seus caprichos e às suas necessidades, submetiam-se a não ter personalidade, a não terem vontades, a não terem vida.

Com o passar dos anos, a mentalidade foi-se alterando, as conquistas ao longo do tempo foram sendo cada vez mais e maiores e assim a submissão destas mulheres aos seus “donos” foi-se dissolvendo.

No entanto, existem ainda mulheres com o pensamento atrasado, com a mentalidade antiga, com a educação retrograda, achando que não podem ser melhores que eles, que não conseguem ter uma vida sem se regerem pelas ordens dos mesmos.

Ainda hoje ouço mulheres a dizerem que não podem, não vão ou não conseguem fazer algo porque os seus maridos não deixam ou não querem que elas façam tal coisa. Ouço mulheres a dizerem que precisam de chegar cedo a casa porque ainda têm de fazer o jantar para o seu marido que quer jantar a horas certas, que têm de trabalhar a dobrar, pois as lides domésticas estão todas a seu cargo, têm de passar e arrumar toda a roupa do marido, têm de cozinhar os seus pratos favoritos, têm de favor o que estes pedem, neste caso, exigem. Porque estas mulheres acham que têm de favor tudo isto pelos homens, porque foram ensinadas a isso, porque as suas mães faziam o mesmo com os seus pais, porque já os seus avós fizeram e outros antes deles também.

É este o exemplo que não quero seguir, é o exemplo que vejo em algumas mulheres na nossa sociedade que não quero, de todo, apreciar de perto. É o exemplo que não quero transmitir às minhas filhas, às minhas sobrinhas, às filhas das minhas amigas. É o exemplo que não se deve ter como exemplo a seguir, é o exemplo do que deveremos extinguir da nossa sociedade, o exemplo da submissão.

Este é apenas um dos exemplos que a nossa sociedade ainda tem, apenas um dos exemplos que não devem continuar a existir.

Porque as mulheres não têm de ser submissas, porque elas têm vontades, têm deveres sim, mas também têm direitos, como qualquer cidadão. As mulheres têm de deixar de submeter-se e os homens têm de aprender a respeitar mais e dar mais valor às mulheres que com eles habitam este mundo, porque sem elas não existiria sociedade, porque sem elas seriam tão felizes e realizados.

Porque as mulheres têm um grande valor na humanidade, porque as mulheres devem e merecem ser mais bem tratadas, mais elogiadas, merecem que o seu valor seja reconhecido, merecem que o tempo em que eram inferiores seja apenas um vislumbre no passado.

Acima de tudo, a submissão, em qualquer caso é um exemplo a não seguir.

 

Observação: Nem todos concordarão com este texto, mas esta é apenas a minha opinião, de uma sociedade que não deixou o passado rígido e cruel para trás e que não dá às mulheres o seu devido e real valor.

 

Cudgi <3<