Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

duasmulheresemeia

Rumo ao destino idealizado...

 

tumblr_static_filename_640_v2.gif

*

Todos nós já paramos para encaram o mar. 
Todos nós já paramos a encarar o horizonte. 
Todos nós já paramos para respirar o ar puro, a maresia empinando o nariz para cheirar melhor. 
Todos nós já paramos para apreciar a paisagem. 
Todos nós já paramos. Todos nós já paramos a caminha por um ou mais motivos. 

Todos nós partidos de algum lado. Partimos com a bagagem que carregamos nos ombros, com as cicatrizes na pele, com as memórias guardadas em nós. Todos nós partimos para uma caminhada com bagagem.
Iniciamos a caminhada com esperança, fé, crença mas acima de tudo com coragem e determinação de chegar ao destino. Ao destino que tanto idealizamos. 
Durante a dura caminhada, aumentamos a bagagem. O peso sobre os ombros cresce. As cicatrizes das quedas e dos erros são adicionas às já existentes. As memórias acumulam-se. O cansaço instala-se. E por vezes a coragem desvanece. E é nesses momentos em que paramos. Pensamos. Sentimos. É nesse momento que traçamos o caminho rumo ao destino idealizado. É enquanto o vento faz os nossos cabelos dançar. E quando dos céus caem gotículas de agua que nos molham o rosto. E quando nos lembramos dos nossos valores. Quando nos lembramos de nós que os nosso pulmões se enchem de ar e de coragem para continuar. Desta vez não rumo ao destino idealizado, mas sim para aproveitar a viagem da melhor forma possível. Não registando as quedas, suavizando o peso do passado dos ombros. Não ligando as cicatrizes e marcas da viagem mas encarando-as com um sorriso nos lábios pois fazem parte da historia de toda a caminhada. 

Caminhada essa, onde o destino pode ser idealizado mas sem esquecer que a caminhada é para ser vivida e valorizada.  

 

 

Nono <3

 

Já te disse hoje que gosto muito de ti?

tumblr_static_tumblr_static__640.jpg

*

 

Atualmente tempo é dinheiro.

Atualmente vivemos stressados.

Vivemos no contra-relógio. Vivemos a correr daqui para ali, dali para acolá. Corremos, corremos e chegamos atrasados a tudo. Deixamos para trás os momentos para desfrutar do espreguiçar ao acordar. Deixamos de saborear o pequeno-almoço. Deixamos de apreciar o dia lindo que está. Deixamos de fazer tantas coisas porque vivemos a correr. Vivemos no stress da sociedade. No stress dos horários dos transportes públicos. No stress do trabalho. No stress do transito. No stress da vida. E deixamos de viver. 
Deixamos de desfrutar. De apreciar. De saborear. Deixamos de ter tempo para o importante. 
Ás vezes achamos que temos de ter um dia inteiro para fazer algo. Achamos que temos de planear tudo ao detalhe. Mas por vezes o melhor está no improviso. Está no desfrutar do tempo que restou. No transformar aquele tempo em tempo de qualidade com quem mais amamos. A fazer por vezes coisas simples, como ver o mar, correr na areia, rebolar na relva, comer uma gelado, beber um café, porque os detalhes são tudo. Por isso não te deixes enrolar por desculpas, por horários apertados e investe o teu pouco tempo com quem merece. Transforma o teu tempo em qualidade. E nao guardes as palavras para ti!

 Eu já te disse hoje que gosto muito de ti? 

Nono <3

*Imagem retirada da Internet

Se depende de ti

Healing-with-Sunrays.jpg

 
Se depende de ti.
Se depende de ti luta, esforça-te, rema, batalha, esfola-te.
Não desistas... mas caso não dependa de ti, deixa rolar. Valoriza tudo o resto e o que for será. Afinal não és tu que estás no leme do barco por isso aproveita a vista, a companhia, a vida. Desfruta da viagem, vive os momentos, talvez esse caminho seja o certo. Talvez essa viagem seja essencial para cresceres, talvez não seja mesmo necessário remares contra a corrente.
Às vezes é difícil aceitar que não depende de nós, mas depois que percebermos isso é tão mais fácil aceitar, viver, sorrir e sair à rua de cabeça erguida e com alegria para encarar cada luta e obstáculos que nos apareça. E quando deres por ti percebes que o que não dependia de ti, afinal dependia dessa tua força para aceitar e seguir em frente. 
 
Nono <3

 

*Imagem retirada da Internet
 

Vamos comparar

 

 

 

tumblr_lbkudfsuzq1qeeqaho1_500_large.jpg

 

Comparar = Colocar lado a lado duas ou mais coisas a fim de examiná-las, buscando semelhanças ou diferenças.


A comparação levamos a quer evoluir mas também nos destrói. Passamos os dias a comparar ordenados,carros, cabelos roupas, marcas, casas... Comparamos relações, casamentos, festas. Comparamos o incomparável e entramos numa espiral desnecessária de comparações. 
Cada um é um ser único, logo cada um tem a sua vida. Para quê andar a comparar? Para quê entrar em comparação de beleza, estatutos, bens?

A comparação rouba alegria... Rouba o espontâneo, rouba a genuinidade, rouba tudo!  Cansa-te e rouba a tua individualidade, rouba a tua essência, rouba o teu ser especial.

Não entres em comparações desnecessárias... Não entres em guerras e batalhas contigo própria pois minar o teu cérebro e a tua vida é tudo o que não precisas para ser feliz.
Vive sem comparações e viverás na plena felicidade!

Ama-te como és e dá valor ao que tens!

 

Nono <3

 

 

 

 

* Imagem retirada da Internet 

Desculpa...

Desculpa.

Desculpa mas eu não te amo. Não te amo pelo estatuto que tens, pelo carro ou pela conta bancária, muito menos ainda pelos likes e seguidores que somas nas redes sociais.

Desculpa não te amar pelas qualidades maravilhosas que tens. Desculpa não te amar pelo maravilhoso coração que transborda de amor, amizade e ajuda.

Desculpa se não te amo pelos valores que tens e que queres reinstaurar na sociedade.

Desculpa.

Peço-te desculpa por não me apaixonar pelo teu corpo musculado, sorriso estrelado e cabelo alinhado.

Desculpa mas não tenho culpa que o meu cérebro bloqueie e leve o meu coração a palpitar. Que no meu estomago floresça um jardim com borboletar a sirandar. Não tenho culpa que a quimica conspire a nosso favor. Que o magnetismo nos atraía. Não tenho culpa que a física e o universo conspiram a nosso favor.

Perdoa-me mas não tenho culpa que seja uma sociedade a assassinar este sentimento. Não tenho culpa que não queiras fazer respiração boca a boca a este amor.

Não tenho culpa!

Só tenho pena que tudo desvaneça por minha culpa! É minha culpa permitir que uma sociedade destrua este sentimento puro e genuíno.

Sou cumplice da sociedade!

Declaro-me culpada!

... desculpa.

 

Nono <3

 

Eu e tu pelo mundo. Vamos?

Não quero mais.

Não quero mais viver na incerteza.

Não quero mais temer pelas palavras.

Não quero mais estar pendente de uma resposta, uma noticia, um resultado... de algo.

Estou cansada.

Estou cansada de suportar medos, inseguranças, ansiedades e stresses. 

Estou cansada de respostas negativas. 

Estou carente de "sim's". 

Estou carente de certezas, positivismo, segurança e conforto. 

Preciso de espaço e tempo. Preciso do que tenho e não quero. Preciso de menos espaço, preciso de menos tempo. Preciso de segurança. 
Preciso de descansar. Repor energias. Reencontrar-me. Descansar de mim, do mundo, da sociedade. Descansar sentindo-me segura. Preciso de descansar no teu peito, nos teus braços. Preciso de derramar lágrimas no teu ombro amigo, preciso das tuas palavras reconfortantes, preciso de tempo contigo. Preciso de ti comigo. 
Preciso de fugir. Fugir contigo. 
Somente eu e tu a fugir pelo mundo a viver a vida sem duvidas e rotinas. 

Foi quando tu me deste a mão

 

"Há muito tempo

Que a minha vida era um deserto em vão

eu nunca soube se ia dar certo ou não

Até que te vi e de repente

Assim bela tu vieste então

Foi quando tu me deste a mão

e eu percebi..."

 

Foi no instante em que as nossas mãos se tocaram que eu percebi que era de mao dada contigo o meu lugar. Era assim de mão dada contigo que queria caminhar na vida, que queria viver...

Foi na firmeza da tua mão. Foi na segurança das tuas palavras que me encontrei. 

Por isso, faças o que fizeres, não largues a minha mão... 

Na luta estamos juntos.

Na construção estamos juntos.

Na caminhada estamos juntos. 

 

Tu e Eu, Nós de mãos dadas pelo mundo. 

Quero-um-amor-para-andar-de-mãos-dadas...---830x4

 

Just words

 

 

As janelas do meu quarto já só se abrem para a escuridão.

A porta da minha casa dá diretamente para a rua da solidão.

Os meus olhos já não veem a cores e retratam tudo a preto e branco.

Já não sinto o sabor doce da felicidade, apenas o amargo da tristeza.

O meu sorriso já não ilumina mas distancia a verdadeira luz da alegria

Sinto que o meu corpo continua com uma alma que não é a minha.

Sinto que o coração já se perdeu algures nos caminhos que já percorri.

Sinto que a tristeza já ocupa mais espaço do que o reservado para ela.

Que a felicidade cedeu do seu grande posto para que outros o ocupassem.

Já não me sinto eu…

Já não sinto a alegria que contagiava, já não sinto a energia que não me abandonava.

Será apenas uma fase? Será apenas um momento?

Será mesmo real ou apenas a ilusão de que estarei a tornar-me algo que repudiaria ser?

 

Cudgi ;) 

Como alguém vai ficar se até eu fujo de mim mesma?

255886785e1ca0fc5c81a8936793be98.jpg

"Como alguém vai ficar se até eu fujo de mim mesma?"

Nunca uma frase fez tanto sentido. Como pode alguém quer entrar e ficar quando do aus da minha imaturidade e insegurança fujo de mim mesma?

Fujo de ideias.

Fujo de pensamentos.

Fujo dos meus sentimentos.

Fujo de mim.

Ninguém pode obrigar outra pessoa a ficar.

Ninguém pode obrigar outra pessoa a ficar quando não é recebida na casa de outra de forma digna e acolhedora. Não podes obrigar ninguém a ficar quando até tu queres partir. Queres fugir. Não podes querer que alguém te aguente, te suporte, te ature quando nem tu própria te aguentas! É preciso encontrares o teu lugar, o teu abrigo, a tua paz, a tua casa... Só aí poderás receber bem, não barrar pessoas à entrada, não pontapear quem está contigo e deixar que quem chegue entrar e poder decidir ficar. Decidir por ele se quer ficar e fazer parte da tua vida, tal como tu já fazes!

Nono <3

E se eu tivesse tentado?

4d45c6aec1ceb7edf50c59e9aafdcb67.jpg

Na vida perdemos mais por medo do que por tentativas ou falhas.

Atualmente vivemos rodeados de medo. Rodeados de receios e inseguranças. As dúvidas pairam que nem neblina nos nossos pensamentos. Sobre as nossas decisões.

Não arriscamos por medo e depois vivemos uma vida a pensar no "se". Basta!

Temos de aprender a deixar os "se's" de lado. A ganhar coragem para tentar, voltar a tentar e, se for preciso, tentar novamente de forma diferente, de forma corajosa, e acima de tudo, sem medos!

O medo de falhar, de errar é grande. Mas se não tentarmos, não crescemos, não aprendemos, nunca evoluímos...

E no final da soma de todos os dias que vivemos, o pensamento que ficará é "tentei, falhei, mas também consegui".

Não deixes de tentar! Não deixes para amanhã a oportunidade de hoje. Não queiras terminar o dia a pensar ..."E se eu tivesse tentado?"

Porque uma vida rodeada e "se's" será uma vida com menos conquistas, recheada de medos. Não sabemos o que teria acontecido se em vez de pensarmos no "se" pensássemos que somos capazes, passássemos a agir. Passássemos a tentar fazer o que queremos, construir o que sonhamos, sem medo de seguir em frente, sem medo de enfrentar perigos, sem medo dos "se's" desta vida. E no final, quando olhássemos para trás poderíamos ver um longo caminho percorrido, com vários atalhos de medos e tentativas falhas, com várias pedras, com diversas quedas, mas um imenso sentimento de coragem, que se apodera do nosso corpo, por enfrentar-mos o medo, por lutarmos, por não desistir-mos.

E a pergunta "E se tivesse tentado?", teria finalmente uma resposta, seja ela bom ou ruim, não ficaremos a pensar no que poeria ter sido. Teríamos a certeza do que foi. E se correr mal, um outro correrá bem, porque nem tudo são rosas mas também nem tudo são espinhos.

 

Nono <3