Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

duasmulheresemeia

Ser escritor...

Pega num lápis e escreve. Devaneia o que queres. Rascunha tudo o que desejas.

Deseja as letras, deseja as palavras... Constrói as frases que quiseres e todos os diálogos que pretenderes.

És tu quem faz a história. A tua história!

Saí à rua, escreve a tua história, a tua vida, o teu sonho.

Realiza... Vive... Sê feliz!

Não te refugies em 4 paredes e nas folhas escritas. Dá oportunidade às folhas em branco! Dá-te a oportunidade de ser o escritor, o ator, a personagem, a pessoa... Dá-te a oportunidade de mudar a história!

Escreve a história que queres. Vive o que desejas. Conquista o que sonhas. És tu que mandas. És tu que escreves, és tu que realizas, és tu que usufruis do final. Por isso esmera-te por ti... Escreve o que realmente queres e nunca precisaras de borracha para corrigir os deslizes da mão porque és feliz no teu final feliz.

 

tumblr_o2ygpeKEXX1uhdi74o1_500.jpg

(Imagem retirada da Internet)

 

Nono <3

Desculpa...

Desculpa.

Desculpa mas eu não te amo. Não te amo pelo estatuto que tens, pelo carro ou pela conta bancária, muito menos ainda pelos likes e seguidores que somas nas redes sociais.

Desculpa não te amar pelas qualidades maravilhosas que tens. Desculpa não te amar pelo maravilhoso coração que transborda de amor, amizade e ajuda.

Desculpa se não te amo pelos valores que tens e que queres reinstaurar na sociedade.

Desculpa.

Peço-te desculpa por não me apaixonar pelo teu corpo musculado, sorriso estrelado e cabelo alinhado.

Desculpa mas não tenho culpa que o meu cérebro bloqueie e leve o meu coração a palpitar. Que no meu estomago floresça um jardim com borboletar a sirandar. Não tenho culpa que a quimica conspire a nosso favor. Que o magnetismo nos atraía. Não tenho culpa que a física e o universo conspiram a nosso favor.

Perdoa-me mas não tenho culpa que seja uma sociedade a assassinar este sentimento. Não tenho culpa que não queiras fazer respiração boca a boca a este amor.

Não tenho culpa!

Só tenho pena que tudo desvaneça por minha culpa! É minha culpa permitir que uma sociedade destrua este sentimento puro e genuíno.

Sou cumplice da sociedade!

Declaro-me culpada!

... desculpa.

 

Nono <3

 

A afundar...

Estou a afundar com as culpas.

Estou a naufragar com o sentimento que nutro.

Estou a nadar contra a corrente que me puxa para ti. 

A nadar contra mim, contra os meus sentimentos, contra o que eu preciso. 

Estou a nadar com o peso da culpa, mas com a certeza que tentei. Amei e tentei. 

Carrego as culpas, cicatrizes e sentimentos em mim. Mas isso irá tornar-me mais forte no momento em que consegui chegar à margem. Quando me reerguer estarei mais forte e mais segura. 
Pode custar a viagem, mas o destino valerá a pena. 


Eu e tu pelo mundo. Vamos?

Não quero mais.

Não quero mais viver na incerteza.

Não quero mais temer pelas palavras.

Não quero mais estar pendente de uma resposta, uma noticia, um resultado... de algo.

Estou cansada.

Estou cansada de suportar medos, inseguranças, ansiedades e stresses. 

Estou cansada de respostas negativas. 

Estou carente de "sim's". 

Estou carente de certezas, positivismo, segurança e conforto. 

Preciso de espaço e tempo. Preciso do que tenho e não quero. Preciso de menos espaço, preciso de menos tempo. Preciso de segurança. 
Preciso de descansar. Repor energias. Reencontrar-me. Descansar de mim, do mundo, da sociedade. Descansar sentindo-me segura. Preciso de descansar no teu peito, nos teus braços. Preciso de derramar lágrimas no teu ombro amigo, preciso das tuas palavras reconfortantes, preciso de tempo contigo. Preciso de ti comigo. 
Preciso de fugir. Fugir contigo. 
Somente eu e tu a fugir pelo mundo a viver a vida sem duvidas e rotinas. 

Como alguém vai ficar se até eu fujo de mim mesma?

255886785e1ca0fc5c81a8936793be98.jpg

"Como alguém vai ficar se até eu fujo de mim mesma?"

Nunca uma frase fez tanto sentido. Como pode alguém quer entrar e ficar quando do aus da minha imaturidade e insegurança fujo de mim mesma?

Fujo de ideias.

Fujo de pensamentos.

Fujo dos meus sentimentos.

Fujo de mim.

Ninguém pode obrigar outra pessoa a ficar.

Ninguém pode obrigar outra pessoa a ficar quando não é recebida na casa de outra de forma digna e acolhedora. Não podes obrigar ninguém a ficar quando até tu queres partir. Queres fugir. Não podes querer que alguém te aguente, te suporte, te ature quando nem tu própria te aguentas! É preciso encontrares o teu lugar, o teu abrigo, a tua paz, a tua casa... Só aí poderás receber bem, não barrar pessoas à entrada, não pontapear quem está contigo e deixar que quem chegue entrar e poder decidir ficar. Decidir por ele se quer ficar e fazer parte da tua vida, tal como tu já fazes!

Nono <3

Desculpa...

Desculpa.

Desculpa mas eu não te amo. Não te amo pelo estatuto que tens, pelo carro ou pela conta bancária, muito menos ainda pelos likes e seguidores que somas nas redes sociais.

Desculpa não te amar pelas qualidades maravilhosas que tens. Desculpa não te amar pelo maravilhoso coração que transborda de amor, amizade e ajuda.

Desculpa se não te amo pelos valores que tens e que queres reinstaurar na sociedade.

Desculpa.

Peço-te desculpa por não me apaixonar pelo teu corpo musculado, sorriso estrelado e cabelo alinhado.

Desculpa mas não tenho culpa que o meu cérebro bloqueie e leve o meu coração a palpitar. Que no meu estomago floresça um jardim com borboletar a sirandar. Não tenho culpa que a quimica conspire a nosso favor. Que o magnetismo nos atraía. Não tenho culpa que a física e o universo conspiram a nosso favor.

Perdoa-me mas não tenho culpa que seja uma sociedade a assassinar este sentimento. Não tenho culpa que não queiras fazer respiração boca a boca a este amor.

Não tenho culpa!

Só tenho pena que tudo desvaneça por minha culpa! É minha culpa permitir que uma sociedade destrua este sentimento puro e genuíno.

Sou cumplice da sociedade!

Declaro-me culpada!

... desculpa.

 

Nono <3

 

Caminhada

Tracei um caminho que deveria ser uma auto estrada e que agora não passa de um pequena estranha remendada, onde não existem atalhos, onde as encruzilhadas são mais que muitas e a inversão de marcha á proibida.

Tracei um caminho onde existe um aviso de perigo de derrocada, que agora está obstruído e que, a qualquer momento, uma cratera no seu centro se pode formar.

Tracei um caminho onde só se dirige num só sentido e não encontro forma de poder estacionar para, simplesmente, descansar.

Tracei um caminho que agora já não faz sentido e que parece que ficará inacabado.

Tracei um caminho por onde já não quero passar, um caminho que já não me dá vontade de percorrer, um caminho que parece demasiado perigoso e incerto para mim.

Tracei um caminho que já não reconheço que me pertença, um caminho que já não reconheço como meu.

Tracei um caminho que não quero mais percorrer, mas que já me fez andar muito.

Tracei um caminho com vários atalhos, várias curvas, vários perigos.

Tracei um caminho que já não me leva para casa mas já me levou a muitos locais.

Tracei um caminho e agora vou traçar outro e daqui a tempos traçarei muitos mais pois caminhos são feitos para percorrer, porque parados não avançamos.

Tracei um caminho e traçarei muitos mais porque se fosse para parar deixava de pensar em caminhos, deixava de traçar qualquer novo itinerário, porque se fosse para parar teria traçado apenas um único objetivo, nunca mais caminhar.

Porque, traçar caminhos e deixar de os percorrer não é como se não tivesse objetivos definidos mas sim ter diferentes objetivos à medida que vamos avançando.

Porque crescemos ao longo da caminhada e não queremos sempre o mesmo, nem caminhamos sempre para o mesmo lado, o importante é nunca parar de caminhar.

Traçar diversos caminhos é ter sempre objetivos a cumprir.

 

Cudgi :)

 

 

Existem 2 tipos de pessoas...

... na hora de escolher!

Existem as pessoas que escolhem o gelado de morango, ou a bola de gelado do crepe de morango! E depois existem aquelas pessoas que escolhem o típico e usual Chocolate!

Eu cá sou do team Morango, mas por vezes sinto-me "um peixinho fora de àgua" pois todos os restantes escolhem chocolate!   (Não sabem o que perdem... eh eh eh)

 

E vocês pertencem a que team?

 

Nono <3