Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

duasmulheresemeia

A sociedade...

 

Estou farta. Sinto-me farta de rótulos, cargos e interesses...

Sinto-me farta de opiniões de pessoas que não possuem a capacidade de olharem para a sua própria vida criticam destrutivamente a vida dos outros. 

A sociedade impõe rótulos a tudo. A todos. Tudo tem um nome, tudo tem de ter um rótulo caso contrário nao é nada. 
A sociedade necessita de nomes, status, pódios e hierarquias. Não conseguem perceber que não temos de ser todos engenheiros e médicos. Não conseguem perceber o real valor das coisas. 
Limitam-se a colocar rótulos a letras grandes, porque em letras minúsculas nem se dariam ao trabalho de ler. 
Sinto-me farta de uma sociedade simplória, onde os maiores desafios que surgem é mesmo como sobreviver neste caos de rótulos infundados. 

 

 

<p

Uma sociedade intolerante à espera

Atualmente, as pessoas vivem numa correria diária. Sem se permitirem esperar por nada. E quando se tem de esperar altera-se ou segue-se sem isso.

Atualmente, uma pequena fila de espera desperta no ser humano frustração. É só uma espera!

Odiamos esperar pelas pessoas. Odiamos esperar por um serviço. Odiamos esperar...

Queremos tudo já! Está tudo à distância de um clique. Uma chamada. Uma mensagem.

A espera só se mostra aos pacientes, e estes, são muito escassos por estes tempos.

Uma fila de espera é um desespero, a espera por um telefonema é sufocante

Habituamo-nos a não ter de esperar por nada, habituamo-nos a ter tudo ao nosso alcance, habituamo-nos a ter ao nosso dispor tudo o que queremos, quando queremos, onde queremos, sem mais nem porquês.

Esperar saiu há muito tempo do nosso vocabulário, porque não é algo que habitualmente façamos. Paciência é algo que deixamos há muito de precisar de fazer, é algo que já não precisamos ter em nossa vida.

Se já não conseguimos esperar por coisas tão simples, importantes e, por vezes, tão básicas, como conseguiremos esperar por algo que ainda nem sabemos ao certo se acontecerá, como acontecerá ou quando.

Como conseguiremos esperar pelo que a vida tem para nos oferecer?

Como conseguimos esperar pelo futuro? Como conseguimos acordar e esperar ao longo do dia pelo minuto seguinte, pelas horas, dias, semanas, meses, anos? Como esperamos encontrar alguém que nos complete ou encontrar a nossa vocação?

Esperar extingui-se do nosso dicionário e vocabulário tão rapidamente quanto se extinguiu de nós a paciência para o fazermos.

Esperar já não faz parte de nós, esperar é algo que já não fazemos, esperar é uma palavra que quase não conhecemos.

Esperar é agora um super poder que só um infinito da população consegue o privilégio de o ter.

527347_400209726666092_818253451_n.jpg

Cudgi & Nono <3

 

Não sejas escravo do tempo. Tira o melhor proveito dele. Usa o relógio!  

 


Tipo de pessoas no Supermercado

Quando vamos ao supermercado cruzamo-nos com diversas pessoas.
E foi na minha ultima ida a um que eu me lembrei de observar os vários tipos de pessoas.

Vejam bem em que grupo se enquadram:

 

  • Atletas - Enchem o carrinho basicamente com aveia, queijo fresco e ovos... é difícil passar despercebidos tamanha a quantidade desses ingredientes que colocam sobre o tapete rolante.

 

  • Saudáveis - Aquelas pessoas que enchem o carrinho de tudo que é saudável, legumes, peixinho fresco, carnes brancas, etc...

 

  • Gulosos - Sobremesas, chocolates, bolos, primam no carrinho destas pessoas. Doces e salgados são os reis destes carrinhos de compras

 

  • Gourmet - destacam-se pelos produtos serem de eleição e em pequenas quantidades. O custo não é importante mas sim o requinte dos pratos que se poderão confecionar.

 

  • Inexperientes na cozinha - O carrinho enche-se de comida pré confecionada o que ajuda toda e qualquer pessoa que não tenha muito jeitinho para cozinhar e facilita a tarefa de não pegar fogo à refeição ou toda a cozinha.

 

  • Donas de casa -   vão as compras e o que mais levam é produtos de limpeza, detergentes, amaciadores, etc. Apostam mais na limpeza do que na confeção de refeições..

  • Salvadores - Aqueles que vão ao supermercado buscar o que faltava para salvar o almoço ou jantar. O super-herói que entra em ação para salvar a refeição do dia.

 

  • Organizados - Utilizam a lista de compras e por isso também são poupadinhos. Não deixam escapar nada do que necessitam e não acrescentam nada mais além do necessário.

 

  • Aprendizes - Percorrem todos os corredores à procura do que precisam, do melhor preço e, em metade das vezes, nem sabem o que faz falta em casa. Andam a aprender a fazer compras e a desvendar todos os caminhos labirínticos dentro de um supermercado.

 

Estes foram os tipos de pessoas que consegui identificar, conhecem mais algum tipo? Enquadram-se em algum? Conseguem descobrir em que grupo me enquadro?

nutrição-em-pauta-lurdiane.jpg

Nono <3

 

 

Um minuto de silêncio a ti, Paris

 

Pouco sabemos até ao momento do atentado de sexta-feira em Paris. Apenas infelizes números de pessoas mortas, pessoas feridas e gravemente feridas, um país amedrontado em estado de emergência, uma Europa aterrorizada e uma humanidade em solidariedade perante este atentado. Atentado que dizem ser de fonte do Estado Islâmico perante uma Europa que prima por valores como o respeito, a dignidade e a ajuda ao próximo e que não fomenta guerras. Uma Europa que prima pela segurança e que ajuda o próximo, da qual tenho imenso orgulho em pertencer. Não compreendo estes monstros e não existem motivos para o que aconteceu. É injusto! É desumano! É macabro e asqueroso! É triste...um minuto de silêncio a ti, Paris.

 

Duda*