Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

duasmulheresemeia

Tipos de Convidados num Casamento

Está aberta oficialmente a época dos casamentos!!! E por isso hoje apresento-vos os vários tipos de convidados que se encontram nos casamentos.

 

  • A modelo - é aquela amiga da noiva que é super gata e está solteira. Consegue chamar a atenção de todo o homem solteiro. Uma verdadeira modelo dentro de um casamento. Faz da entrada na igreja a passerelle e, se duvidar, ainda tira mais fotografias que os noivos. Com sorte ainda dá uns autógrafos

16615971_Aguni.jpg

  • O gato solteiro - Aquele amigo do noivo que está totalmente descomprometido e que apresenta um corpinho bem trabalhado, um smoking que lhe acenta que nem uma luva, um olhar sedutor e um sorriso de fazer qualquer mulher suspirar. Normalmente, atraí a atenção de todas as amigas da noiva. O "jeitoso" que faz suspirar as meninas solteiras e as casadas, que também não são cegas, mas os maridos não precisam saber com um rabo de fazer "colar os olhinhos" e um sorriso que parece saído do comercial da colgate. Com certeza no que toca a mulheres, a festa não é para os noivos.

 

  • O fotógrafo - Aquele convidado que acha que os noivos não contraram um fotógrafo para aquele dia e acha que com o seu telemóvel pode registar todos os momentos. Aquele que tem tudo registado em fotografia e que certamente ainda vai conseguir rir com algumas imagens captadas das "pobres" e "tristes" figuras que alguns convidados foram capazes de fazer.

 

  • Os criticos - Esses criticam a quinta/restaurante, a decoração, a ementa, a comida, o servente, a música, definitivamente tudo está mal. Capazes de criticar até a escolha dos noivos de quem convidar, esquecendo-se que são um deles.

 

 

  • As policias da moda - Aqui todas nós, mulheres, somos um pouco. Comentamos, inevitavelmente, o vestido da noiva, depois das damas de honor, das amigas, das mães e sogras, e depois passamos para os restantes convidados. Basicamente, comentamos toda a gente. Capazes até de comentar a escolha do noivo ou noiva, mas isso... Depois de papel assinado, não há muito a fazer.

paulaf.jpg

 

  • A bailarina - É aquela convidada que adora dançar e que arrasta todos os olhares para ela na pista de dança. Sozinha faz a festa e dá show. Haja pessoa e energia para aguentar tantas voltas e piruetas. A dança a mim não me assiste e o redbull também já não faz efeito.

not_78974.jpg

  • O esponja - Muitas vezes é associado ao padrinho do noivo, mas pode não ser. É aquele convidado que aproveita o casamento para tirar a barriga de miséria e beber muito e de tudo. No final da noite, é um chato bêbado que já ninguém suporta! Basicamente, ninguém cai aos seus pés de amor, mas ele, com certeza, vai cair aos pés de muita gente.

hqdefault.jpg

 

 

  • Os antisociais - Aqueles convidados que não falam, estão no seu canto e que se não fosse pelas fotografias nem se sabia que tinham ido ao casamento. Podemos facilmente confundi-los com fantasmas, a única diferença é que estes dão despesa.

 

  • O desconhecido - Amigo de alguém que foi convidado mas que ninguém conhece. São praticamente os "fura-casamentos, mas esperemos que neste casamento, pelo menos um convidado os conheça.

 Preparados para encontrar estes convidados nos casamentos deste ano?!
Divirtam-se e bons casamentos!

Cudgi & Nono <3

 

 

 

 

O poder de um abraço!

"Os abraços foram feitos para expressar o que as palavras deixam a desejar". - Anne Frank

"Abraço é aquela palavra que serve para encurtar distancias" - Alexandre Reis 

abraço anatomia.jpg

Para mim, o abraço é aquele gesto que é capaz de nós tranquilizar. É o porto de abrigo do barco em plena tempestade.
Um abraço é capaz de transmitir muito. Um simples gesto que transmite coragem, segurança, força, partilhar e "estou aqui contigo, não estás sozinha."

O abraço tem um poder enorme, e a sociedade nao lhe tem dado o devido valor!
Abraça os teus! Abraça alguém! Abraça-te!  

 

P.S. - Eu amo esta música! E falando de abraços não podia deixar de lhe dar um pouco de protagonismo! eh eh eh

 

Nono <3

 

 

 

<

Melhor publicidade era impossível #SuperBock

 

 

tumblr_mm79l6xJWX1sp83ogo1_500.jpg

 

A amizade é sinónimo de diversão, de partilha, de cumplicidade, de lealdade, de honestidade, de simpatia e empatia, de confiança, é uma troca de afetos, de emoções e de sentimentos entre o ser humano difícil de explicar! A amizade é tanto e ao mesmo tempo tão pouco. A amizade é o símbolo dos maiores e melhores valores que temos na vida e que nem sempre o sabemos respeitar e valorizar.

 

Em vinte e poucos anos de existência fiz muitos conhecidos e outros tantos amigos. Ainda a pouco tempo, alguém na casa dos cinquenta disse-me que podia contar os amigos pelos dedos da sua mão, que amigos podemos fazer todos os dias, mas que ao fim de 50 anos de vida esses vão falhar-nos e atraiçoar-nos e vamos ver quem realmente está ao nosso lado.

 

Eu já penso de forma diferente, gosto de fazer novas amizades e de preservar as amizades já antigas. Tenho amigos de infância, amigos faculdade, amigos de noitadas, amigos de trabalho, amigos que só vejo de longe a longe mas que sempre que os vejo tenho conversas como se ainda ontem estivesse com eles. Claro que não me meto a conversa com as pessoas assim do nada, e a princípio não mostro muito de mim. Digamos que começo devagarinho a conhecer as pessoas e após algum tempo de convivência percebo quem são, como são e se me identifico ou não. Eu valorizo o verdadeiro significado de amizade. E claro que somos ser humanos, que por vezes erramos, que nem sempre estamos presentes quando o outro precisa de nós. Mas isso é normal, afinal de contas e por algum motivo é que somos Humanos e erramos. Por algum motivo existe também a palavra perdão e compreensão. 

 

Esta publicidade retrata a melhor descrição do que é a amizade, e eu adorei! Adorei e revejo-me nela, pois nem sempre posso estar com os meus diversos amigos, mas posso dizer que me lembro deles e que são imensas as vezes que me riu e que partilho com outros meus amigos momentos que vivi com os mais antigos. Acredito que só conseguimos ser felizes se soubermos partilhar. Não apenas partilhar objectos mas acima de tudo partilhar momentos, partilhar algo caricato, algo que nos aconteceu e que sabemos que isso vai ser motivo para rir e de ser "gozados" com aqueles que mais gostamos - os nossos amigos!

 

 

 

Duda*