Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

duasmulheresemeia

duasmulheresemeia

Quem sou eu?

thumhgfb.jpg

 

Há tempos esta questão foi colocada numa aula, onde teríamos de fazer uma pequena reflexão acerca do assunto. Com menos cinco anos, a minha resposta seria que não conseguia uma definição completa, plausível e que me carateriza-se apenas num pequeno texto ou reflexão.

Agora, a minha resposta seria exatamente a mesma. Não consigo refletir sobre “quem eu sou”, não consigo carateriza-me em palavras e escrever o que realmente eu sinto e sou.

Eu sou aquilo que faço e sinto todos os dias. Seria hipócrita e irreal caraterizar-me, hoje, pois amanhã, com um novo dia, uma nova situação, um novo momentos, novos conhecimentos, serei uma pessoa diferente.

Não serei mais nem menos do que sou hoje, não serei melhor nem pior do que tenho sido, serei diferente, porque constantemente mudo, constantemente me obrigo a pensar de forma diferente, constantemente vivo de formas diferente, sinto de forma diferente, constantemente a diferença me faz ser quem sou.

O “EU” em mim, é construído pelo que me rodeio, pelo que acredito que me molda, pelo que me faz acreditar, sofrer, sorrir, por tudo aquilo que me faz viver.

Nunca o dia de hoje será como o de amanhã, nunca o dia de ontem será como o de hoje, por isso não posso definir o “EU” que sou, não posso definir uma pessoa que se molda aos acontecimentos, uma pessoa que vive e demonstra as sensações, que explora todo o seu meio, que se refugia nos seus “mundos”.

Posso apresentar uma definição de quem eu quero ser, quero ser alguém se conheço acima de tudo e melhor que todos por quem sou rodeada, quero aprender todos os dias mais sem desmerecer quem menos aprende, quero estar onde de mim precisam e quando precisar saber que alguém também vai lá estar, quero ser para alguém o refúgio que procuro em mim, quero poder viver sem ninguém afetar ou ofender, quero poder ser melhor hoje que ontem, e melhor amanhã do que sou hoje. Quero descobrir todos os dias, quem sou.

Porque é nos meios utilizados para um fim que nos descobrimos, que aprendemos e que fazem de nós quem somos, todos os dias, um bocadinho mais.

tumblr_static_tumblr_statjhvbic__640.jpg

  

Cudgi <3

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.