Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

duasmulheresemeia

duasmulheresemeia

Ao P.M do meu país!

transferir.jpg

 

Senhor P.M.

Sou apenas uma entre 10 278 819 milhões de Portugueses, mas como cada um deles tenho uma vida, tenho opiniões, tenho liberdade de expressão, tenho medos, receios, críticas a manifestar e tenho algo a dizer-lhe.

Sabe que enquanto faz as suas visitas de Estado, cumpre horários para reuniões, tem compromissos oficiais e discute assuntos gerais (não criticando, porque é o seu trabalho, e é bom que o cumpra), existem pessoas que não têm sequer emprego? Pessoas que também gostariam de viajar, de ter horários para cumprir ao exercerem as suas funções, de ter dinheiro para viver?

Sabe que enquanto critica a oposição ou tenta dar o seu melhor sorriso ou a sua melhor face de “homem do bem” sacudindo culpas pelo que se passou e o que está para acontecer, existem pessoas que não podem ter o prazer de sorrir? Pessoas que têm de assumir responsabilidades que não pediram, que têm de dar tudo de si e ainda mais, todos os dias, porque querem uma vida digna?

Sabe que enquanto passa férias em excelentes casas, viaja em ótimos aviões, vive rodeado de luxos e ostenta poder, existem pessoas que trabalham dia e noite, muitas vezes sem sequer receber? Pessoas que vivem em casas que quase nem assim podem ser chamadas, que não têm direito a tirar férias e nunca sequer chegaram perto de um avião?

Sabe que enquanto diz a quem quer ouvir que o país está finalmente a crescer devido à sua (e do seu partido e coligações) ótima gestão, devido às suas medidas e que está a conseguir reverter tudo o que de mal fez o seu antecessor, existem pessoas que contam todos os seus poucos “tostões”? Pessoas que veem os seus salários estagnados, os preços crescerem, os impostos cada vez mais altos, os seus direitos quase esquecidos mas os seus deveres cada vez mais salientes?

Sabe certamente de tudo isto e perguntar-se-á: “Existem tantas outras pessoas no nosso país com estas mesmas características (de pessoa com alto nível social e grande poder económico), porque as questões surgem a mim dirigidas?”

Porque, Senhor P.M.

Deveria ser o Senhor o primeiro a querer mudar estas situações, porque pertence às mais altas entidades deste país e porque deveria querer fazer a diferença pelo país que diz querer ajudar.

Porque deveria ser o primeiro a lutar e defender uma sociedade mais justa e igual para cada um de nós, porque ninguém deveria passar por necessidade consideradas básicas, porque todos deveriam ter o direito de viver em sociedade com dignidade.

Eu, sou apenas uma entre tantos que aqui habitam, sem uma vida longa e preenchida, sem muitas histórias e memórias, sem muito conhecimento da vida, mas sei o que queria e o que lutarei para conseguir.

Quero VIVER neste país, não sobreviver…

Por isso pergunto,

Acha que me pode ajudar Senhor P.M.?

Cudgi <3

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.