Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

duasmulheresemeia

Tipo de pessoas no Facebook!

O facebook é uma das principais redes sociais e uma rede social utilizada por grande parte das pessoas. Por isso vamos lá analisar os vários tipos de pessoas que encontramos na nossa rede social:

1520105421122848.jpg

  • Apaixonados - Aquelas pessoas que criam conta em nome dos dois, "Maria e Manel", porque afinal se partilham a casa e a vida porque não partilhar o facebook?! Postam fotos juntinhos e mostram ao mundo o amor que os une!

 

  • Tocantes - Aquelas pessoas que mandam toques em vez de, sei lá eu, usarem o chat do facebook. Mais fácil não?

 

  • Anfitriões - Aquelas pessoas que te convidam para todos os jogos e eventos. é sinal que gostam de ti e da tua presença e portanto és um convidado de honra deles!

 

  • VIP 's - Partilham a sua vida TODA no facebook. Utilizam o seu perfil de facebook para fazer de diário, com direito a imagens de tudo o que fazem, comem e bebem.

 

  • Futebolistas - Aquelas pessoas que publicam todo o seu amor ao clube, quando ganha, quando perde... Os verdadeiros adeptos do clube.

 

  • Políticos e Humoristas - fáceis de identificar afinal publicam só conteúdo político ou imagens engraçadas.

 

 

Acham que preciso de dizer qual é o meu tipo de pessoas preferido no facebook?
E vocês de que tipo de pessoas são?

 

Nono <3

Mau feitio (não é meu, obrigam-me a tê-lo)

2013005.png

 

A realidade é que eu não sou, normalmente, uma pessoa muito bem humurada. Bem disposta e sorrindo para tudo e todos eu consigo ser, desde que isso não implique "abrir a boca", falar para alguém ou fazer algo que não estou disposta (o que normalmente é sempre, visto que adoro, o "não fazer nada e nada fazer"). Perante tudo isto, dá para compreender que não sou muito boa em dar boas respostas ou ser simpática muitas das vezes do meu dia.

Acho que é um bichinho que está em funcionamento grande parte do meu dia, mas, eu não tenho culpa, isto está no meu interior! Não é defeito, é feitio! (Muito mau, eu sei).

Eu sou o tipo de pessoa que dá respostas mesmo "À lá mamã", do género, quanod me perguntam "Queres ver isto, ou fazer aquilo?", a minha resposta, "Não." e "Por quê?", "Porque não. Simples assim. Não tem de existir uma razão. Não quero, ponto." É basicamente o que a minha mãe me respondia quando não me deixava fazer algo, e a razão era... Nenhuma! Ela não deixava e fim de conversa. (Talvez já esteja a treinar para criar os meus filhos, ou é só mesmo preguiça de arranjar uma justificação).

Mas também existem momentos em que estou bem-humorada, e penso, "Uau, hoje o dia vai ser ótimo, porque me sinto mesmo feliz e contente", mas NÃO!! Existe sempre algo ou alguém que faz acordar o bichinho que nesse dia (sendo ele tão preguiçoso como eu), nem se tinha dado ao trabalho de se pôr a pé, claro está que acordou mal disposto.

Como as pessoas que tiraram a carta de condução por correspondência, correspondência com estupidez! Porque não é possivel que tenham tido todas as aulas de código e condução, é muito erro junto. Ou aquelas pessoas que se esqueceram da educação aos pés da cama, acordam com pressa e esquecem o mais importante, a educação que é linda e se recomenda, e entram em qualquer local já a discutir com o próprio ar porque não os está a fazer respirar com perfeição. Claro que o meu mais profundo mau feitio quer sair da sua caixa e mandar estas pessoas para... a sua casa... Descansar e só sairem novamente quando contribuirem, em bom, para a sociedade (Na realidade apetece mesmo dar uma má resposta ou opinião, mas o meu bom senso não deixa. FELIZMENTE!)

Ou quando me fazem perguntas do género, "Então? Vieste sozinha? Não trouxeste o namorado?", "Trouxe, claro! Só que é o homem invisivel e as pessoas têm dificuldade em vê-lo", ou, "Claro que trouxe, mas é um super herói e agora teve de sair para salvar o mundo" (Salvar o mundo de pessoas com perguntas idiotas!!) (Se não está ali, é porque não o trouxe. Mas em que contribui isso para a sua felicidade?). E não esquecendo, "Já tens idade para ter um bom emprego e até para casar", fica aquela resposta na ponta da língua "E você já tem idade para ter juízo e não se meter na vida dos outros e não me ouve a opinar sobre isso, certo?" (Mas se me quiser arranjar um emprego, eu não me importo, o marido pode ficar com ele, se lhe fizer jeito).

Perante isto, depois de toda esta análise e introespeção à minha pessoa, acho que até nem tenho mau feitio, as pessoas é que me obrigam a tê-lo, porque eu até sou uma pessoa bastante calma e bem humurada.

QUANDO NÃO ME CHATEIAM! OU QUANDO ESTOU A DORMIR!

Cudgi <3

 

Tipo de pessoas no Supermercado

Quando vamos ao supermercado cruzamo-nos com diversas pessoas.
E foi na minha ultima ida a um que eu me lembrei de observar os vários tipos de pessoas.

Vejam bem em que grupo se enquadram:

 

  • Atletas - Enchem o carrinho basicamente com aveia, queijo fresco e ovos... é difícil passar despercebidos tamanha a quantidade desses ingredientes que colocam sobre o tapete rolante.

 

  • Saudáveis - Aquelas pessoas que enchem o carrinho de tudo que é saudável, legumes, peixinho fresco, carnes brancas, etc...

 

  • Gulosos - Sobremesas, chocolates, bolos, primam no carrinho destas pessoas. Doces e salgados são os reis destes carrinhos de compras

 

  • Gourmet - destacam-se pelos produtos serem de eleição e em pequenas quantidades. O custo não é importante mas sim o requinte dos pratos que se poderão confecionar.

 

  • Inexperientes na cozinha - O carrinho enche-se de comida pré confecionada o que ajuda toda e qualquer pessoa que não tenha muito jeitinho para cozinhar e facilita a tarefa de não pegar fogo à refeição ou toda a cozinha.

 

  • Donas de casa -   vão as compras e o que mais levam é produtos de limpeza, detergentes, amaciadores, etc. Apostam mais na limpeza do que na confeção de refeições..

  • Salvadores - Aqueles que vão ao supermercado buscar o que faltava para salvar o almoço ou jantar. O super-herói que entra em ação para salvar a refeição do dia.

 

  • Organizados - Utilizam a lista de compras e por isso também são poupadinhos. Não deixam escapar nada do que necessitam e não acrescentam nada mais além do necessário.

 

  • Aprendizes - Percorrem todos os corredores à procura do que precisam, do melhor preço e, em metade das vezes, nem sabem o que faz falta em casa. Andam a aprender a fazer compras e a desvendar todos os caminhos labirínticos dentro de um supermercado.

 

Estes foram os tipos de pessoas que consegui identificar, conhecem mais algum tipo? Enquadram-se em algum? Conseguem descobrir em que grupo me enquadro?

nutrição-em-pauta-lurdiane.jpg

Nono <3

 

 

Existem 2 tipos de pessoas... a viajar!

 

¿Te_consideras_TURISTA_o_Viajero-_3_1.jpg

 

Existem as pessoas a viajar que são os turistas e os viajantes. Há primeira vista parecem ser a mesma coisa, pessoas que viajaram para um local. No entanto o turista é aquela típica pessoa que pensa em ir aos locais conhecidos, andar na sua vidinha... Os viajantes não, gostam de conhecer, visitar, descobrir os recantos mais escondidos e em parte se misturar com os locais. Gostam de experimentar e explorar para além do típico.

 E agora, vocês são turistas ou viajantes?

Nono <3

Tipo de pessoas no Cinema

Eu adoro ir ao cinema. (Sim, eu sou viciada em cinema e em filmes!)

com-o-brasil-em-polvorosa-stf-decide-sobre-pipoca-

 

Por isso, hoje apresento-vos os vários tipos de pessoas que existem no cinema:

 

  • As viciadas - A cada passo estão a pegar no telemóvel. São literalmente viciadas em tecnologias, e não acredito que consigam ver o filme. Além de que a luz do ecrã incomoda as restantes pessoas! (incluindo a mim)

 

  • As comilonas- Aquelas que trazem o balde de pipocas e passam o filme todo a comer esse petisco.

 

  • Os apaixonados- Aquele casal que escolheu o escurinho do cinema para dar umas beijocas que se prolongam pelo filme todo. (O amor não escolhe idade nem local, néh? Ao menos são felizes!)

 

  • Os críticos- aquelas pessoas que passam o filme todo a comentar o sucedido, os atores, os planos, as falas... não se calam durante o filme todo.

 

  • Os espectadores - Pessoas que pagam o bilhete para ver um filme, e como promoção e bónus assistem a uma sala de cinema com pessoas a comer e atirar pipocas, críticos, apaixonados e viciadas. Mas vendo pelo lado positivo, em vez de um filme, assiste a dois!

 

Eu sou espetadora e vocês encontram-se em que tipo de pessoas? Vá lá sejam sinceras...

Nono <3

 

 

 

Saudade

saudade.jpg

 

Não tenho vergonha de sentir saudade.

Sinto saudade de ser criança, de não ter responsabilidades, de não fazer nada mais além de brincar, pintar e aprender a ler e escrever. Quando a única preocupação era escolher quais os jogos que iria jogar no dia seguinte.

Sinto saudade de pessoas que não estão mais comigo e que eu queria que permanecem junto a mim enquanto eu me entendesse por gente.

Sinto saudade de brincadeiras e momentos da infância e adolescência. Momentos que guardo na memória até que esta me falhe e não consiga recuperá-la.

Tenho saudade do que já passou e uma curiosidade imensa do que ainda está para vir.

Tenho saudade de correr descalça, brincar na rua, jogar futebol e não perceber nada de problemas dos adultos.

Tenho saudade da inocência infantil, do cantinho onde me refugiava quando estava com mudo ou vergonha de algo.

Tenho saudade de não ter saudades de ninguém, ou pelo menos não saber que elas doiam tanto.

Tenho saudade de algo que já fui, mas, ao mesmo tempo, agradeço por tudo o que cresci, tudo o que construi, tudo o que consigo agora fazer e suportar.

Sentir saudade não nos torna mais fracos. Sentir saudade faz-nos recordar, faz com que percebamos tudo o que vivemos, o que nos aconteceu e todo o caminho que já percorremos.

Ao sentir saudade percebemos o quão felizes fomos.

 

Nono & Cudgi <3

 

 

 

Eternidade inexistente

unnamed-1-706x471.png

 

Nada é eterno!

Por muito que gostemos do que connosco se passa em determinado momento.

Por muito que queiramos que o momento não chegue ao fim, ele vai acabar por terminar.

Nada do que vivemos, nada do que sofremos, nada do que nos acontece durará eternamente.

Nenhuma tristeza é para sempre e nenhuma felicidade é eterna.

Quando algo nos magoa queremos que aquilo rapidamente termine, queremos rapidamente voltar a sorrir, a rir a ter momentos de felicidade. Quando algo nos faz feliz, nos faz rir, nos leva às lágrimas de felicidade que queremos que nunca termine, queremos permanecer envoltos naquela bolha de felicidade que nos rodeou e não queremos experimentar mais nenhuma tristeza, mas vai acabar por acontecer.

A tristeza vai acabar, e a felicidade vai desaparecer ou então dar lugar a outra, mas diferente. Porque nada do que connosco acontece permanece eternamente, nada fica connosco até que a nossa consciência seja eternamente silenciada, nada do que temos durará para sempre.

O para sempre terá de ser feito naquele momento, naquele dia, hora, minuto ou até segundo. A eternidade daquele momento é quando este está a acontecer, +é quando o sentimos, quando o presenciamos, quando o vivemos. A eternidade de algo não está no tempo que dura fisicamente mas no tempo em que fazemos com que se prolongue dentro de nós.

A inexistência de uma eternidade, de sabermos que algo vai permanecer ali eternamente, faz-nos refletir, faz-nos pensar que não queremos viver muita felicidade, seja em que momento for, pois quando terminar a dor vai ser enorme, quase insuportável. Mas também nos faz enfrentar a dor com um pouco mais de positividade, porque sabemos que não vai eterna, não vai durar para sempre, faz com que nos tornemos mais fortes, que não nos deixe terminar assim, porque, na realidade, nada é eterno.

A eternidade vive em cada um de nós, tendo o significado que cada um lhe quer dar, porque algo só será eterno se, interiormente, EU decidir que o é.

infinito.png

 Cudgi & Nono <3

 

 

 

 

Destino: Realidade ou Ficção?

Muitas são as questões, mais são as opiniões que em torno desta questão se levantam.

Uns acreditam que quando algo acontece, a forma como acontece e porque acontece, foi assim destinado, por algo, alguém, uma forma oculta, algo que nos transcende totalmente. Outros acham que tal não existe, pois quem toma as decisões somos nós, e essas são baseadas naquilo que somos, no que aprendemos e no que nos rodeia.

Eu, tal como qualquer outra pessoa tenho a minha opinião, vale o que vale, para quem a quiser fazer valer.

Acredito que todas as decisões que tomamos, que nos levam a uma ação, são baseadas naquilo que cada um de nós é, no que sabemos, no que aprendemos e até no meio em que nos encontramos, somos NÓS, que tomamos as decisões, se algo acontece é porque nós assim o fizemos acontecer. Mas, existe sempre algo que nos guia, de alguma forma, racional ou não, eu tomo a decisão de fazer determinada coisa, naquele momento, porquê? Porque me apeteceu! E porque me apeteceu, naquele momento, naquele dia?

Porque sempre que saiu das aulas faço o mesmo caminho e num determinado dia decidi fazer um outro caminho e tive um acidente. Porque decidi ir por aquele cominho, se sempre faço o outro? Algo me fez tomar aquela decisão. (Para o bem e para o mal, não acredito que o destino sejam apenas coisas boas, nem faria sentido se assim fosse).

Não sei se é uma pessoa lá em cima (onde quer que isso seja), não sei se é uma força maior que habita entre nós, não sei se são espíritos que vagueiam entre nós, não sei o que existe além de nós, e tudo o que consigo ver, sentir, apreciar, mas acredito que algo mais existe, acredito que não estamos aqui sozinhos, independentemente do que seja.

E vocês, acreditam no destino?

 

Cudgi

 

Tipos de pessoas no carnaval

 

E como o carnaval está aí, e por isso, hoje revelamos os vários tipos de pessoas que existem neste dia!

  • As sexy's: oportunidade para mostrar toda a sua sensualidade, provocando e seduzindo todo o povo, quer vão de enfermeira sexy, freira sexy, policia, coelhinas (da Playboy) Catwoman e muitas mais incluindo diabinho!    
  • Minimalistas: São aquelas pessoas que nem ligam muito ao carnaval mas acabam por colocar algum acessório de alguma mascara. Um detalhe de Carnaval.
  • Os monstros: Aquelas pessoas que no seu dia a dia são terríveis, e em pleno Carnaval mascaram-se de Bruxas e Monstros, deixando vir ao de cima a sua real natureza.
  • As meninas delicadas: As meninas bonitas e santinhas, que não podem se exibir e portanto não se incluem no grupo das pessoas sexys, incluem-se no mundo encantado, mascarando-se de Barbie, Princesa ou até mesmo fada ou anginho.  
  • Os Heróis: Um clássico! é daqueles disfarces que muitos homens adoram, afinal querem é ser o herói da sua princesa.
  • Os humoristas: Aquelas criaturas que passam o ano inteiro a mandar piadinhas e a contar anedotas secas, veem neste dia a oportunidade das suas vidas de ser o que sempre sonharam (e são) - Palhaços!!!
  • Os machistas: Bem esses são facilmente reconhecidos, afinal matrafonas é o que mais há no carnaval. E normalmente quem as interpreta são sempre homens super másculos e nadinha machistas!
  • Os futebolistas: Aqueles jovens que um dia sonharam ser o Ronaldo e veem neste dia a sua oportunidade de reter a atenção do mulherio.
  • Os enamorados: são aquele disfarce que é promoção "Leve 2 Pague 1", o casal vai a fazer de dupla. Secalhar deixaram a comemoração do dia dos namorados para esta altura... Ups....
  • Os secas: são aquelas pessoas que nem no carnaval estão disposto a sair, a aproveitar a folia, a viver a vida!

140177_77894_61586.jpg

E vocês enquadram-se em que tipo?

Nono e Cudgi <3