Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

duasmulheresemeia

duasmulheresemeia

Desculpa...

Desculpa.

Desculpa mas eu não te amo. Não te amo pelo estatuto que tens, pelo carro ou pela conta bancária, muito menos ainda pelos likes e seguidores que somas nas redes sociais.

Desculpa não te amar pelas qualidades maravilhosas que tens. Desculpa não te amar pelo maravilhoso coração que transborda de amor, amizade e ajuda.

Desculpa se não te amo pelos valores que tens e que queres reinstaurar na sociedade.

Desculpa.

Peço-te desculpa por não me apaixonar pelo teu corpo musculado, sorriso estrelado e cabelo alinhado.

Desculpa mas não tenho culpa que o meu cérebro bloqueie e leve o meu coração a palpitar. Que no meu estomago floresça um jardim com borboletar a sirandar. Não tenho culpa que a quimica conspire a nosso favor. Que o magnetismo nos atraía. Não tenho culpa que a física e o universo conspiram a nosso favor.

Perdoa-me mas não tenho culpa que seja uma sociedade a assassinar este sentimento. Não tenho culpa que não queiras fazer respiração boca a boca a este amor.

Não tenho culpa!

Só tenho pena que tudo desvaneça por minha culpa! É minha culpa permitir que uma sociedade destrua este sentimento puro e genuíno.

Sou cumplice da sociedade!

Declaro-me culpada!

... desculpa.

 

Nono <3

 

A afundar...

Estou a afundar com as culpas.

Estou a naufragar com o sentimento que nutro.

Estou a nadar contra a corrente que me puxa para ti. 

A nadar contra mim, contra os meus sentimentos, contra o que eu preciso. 

Estou a nadar com o peso da culpa, mas com a certeza que tentei. Amei e tentei. 

Carrego as culpas, cicatrizes e sentimentos em mim. Mas isso irá tornar-me mais forte no momento em que consegui chegar à margem. Quando me reerguer estarei mais forte e mais segura. 
Pode custar a viagem, mas o destino valerá a pena. 


Eu e tu pelo mundo. Vamos?

Não quero mais.

Não quero mais viver na incerteza.

Não quero mais temer pelas palavras.

Não quero mais estar pendente de uma resposta, uma noticia, um resultado... de algo.

Estou cansada.

Estou cansada de suportar medos, inseguranças, ansiedades e stresses. 

Estou cansada de respostas negativas. 

Estou carente de "sim's". 

Estou carente de certezas, positivismo, segurança e conforto. 

Preciso de espaço e tempo. Preciso do que tenho e não quero. Preciso de menos espaço, preciso de menos tempo. Preciso de segurança. 
Preciso de descansar. Repor energias. Reencontrar-me. Descansar de mim, do mundo, da sociedade. Descansar sentindo-me segura. Preciso de descansar no teu peito, nos teus braços. Preciso de derramar lágrimas no teu ombro amigo, preciso das tuas palavras reconfortantes, preciso de tempo contigo. Preciso de ti comigo. 
Preciso de fugir. Fugir contigo. 
Somente eu e tu a fugir pelo mundo a viver a vida sem duvidas e rotinas. 

Para mim a melhor música de 2017

 
"Baby, I'm dancing in the dark with you between my arms
Barefoot on the grass, listening to our favorite song
When you said you looked a mes
But you heard it, darling, you look perfect tonight"
 
 
Existe melhor descrição do amor? Existe melhor melodia? 
Não. Esta música é daquelas que perdura-a na minha vida por muitos anos, porque é sem duvida, das melhores musicas atuais. Um verdadeiro hino ao amor!