Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

duasmulheresemeia

duasmulheresemeia

Just words

 

 

As janelas do meu quarto já só se abrem para a escuridão.

A porta da minha casa dá diretamente para a rua da solidão.

Os meus olhos já não veem a cores e retratam tudo a preto e branco.

Já não sinto o sabor doce da felicidade, apenas o amargo da tristeza.

O meu sorriso já não ilumina mas distancia a verdadeira luz da alegria

Sinto que o meu corpo continua com uma alma que não é a minha.

Sinto que o coração já se perdeu algures nos caminhos que já percorri.

Sinto que a tristeza já ocupa mais espaço do que o reservado para ela.

Que a felicidade cedeu do seu grande posto para que outros o ocupassem.

Já não me sinto eu…

Já não sinto a alegria que contagiava, já não sinto a energia que não me abandonava.

Será apenas uma fase? Será apenas um momento?

Será mesmo real ou apenas a ilusão de que estarei a tornar-me algo que repudiaria ser?

 

Cudgi ;) 

Como alguém vai ficar se até eu fujo de mim mesma?

255886785e1ca0fc5c81a8936793be98.jpg

"Como alguém vai ficar se até eu fujo de mim mesma?"

Nunca uma frase fez tanto sentido. Como pode alguém quer entrar e ficar quando do aus da minha imaturidade e insegurança fujo de mim mesma?

Fujo de ideias.

Fujo de pensamentos.

Fujo dos meus sentimentos.

Fujo de mim.

Ninguém pode obrigar outra pessoa a ficar.

Ninguém pode obrigar outra pessoa a ficar quando não é recebida na casa de outra de forma digna e acolhedora. Não podes obrigar ninguém a ficar quando até tu queres partir. Queres fugir. Não podes querer que alguém te aguente, te suporte, te ature quando nem tu própria te aguentas! É preciso encontrares o teu lugar, o teu abrigo, a tua paz, a tua casa... Só aí poderás receber bem, não barrar pessoas à entrada, não pontapear quem está contigo e deixar que quem chegue entrar e poder decidir ficar. Decidir por ele se quer ficar e fazer parte da tua vida, tal como tu já fazes!

Nono <3