Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

duasmulheresemeia

duasmulheresemeia

Eternidade inexistente

unnamed-1-706x471.png

 

Nada é eterno!

Por muito que gostemos do que connosco se passa em determinado momento.

Por muito que queiramos que o momento não chegue ao fim, ele vai acabar por terminar.

Nada do que vivemos, nada do que sofremos, nada do que nos acontece durará eternamente.

Nenhuma tristeza é para sempre e nenhuma felicidade é eterna.

Quando algo nos magoa queremos que aquilo rapidamente termine, queremos rapidamente voltar a sorrir, a rir a ter momentos de felicidade. Quando algo nos faz feliz, nos faz rir, nos leva às lágrimas de felicidade que queremos que nunca termine, queremos permanecer envoltos naquela bolha de felicidade que nos rodeou e não queremos experimentar mais nenhuma tristeza, mas vai acabar por acontecer.

A tristeza vai acabar, e a felicidade vai desaparecer ou então dar lugar a outra, mas diferente. Porque nada do que connosco acontece permanece eternamente, nada fica connosco até que a nossa consciência seja eternamente silenciada, nada do que temos durará para sempre.

O para sempre terá de ser feito naquele momento, naquele dia, hora, minuto ou até segundo. A eternidade daquele momento é quando este está a acontecer, +é quando o sentimos, quando o presenciamos, quando o vivemos. A eternidade de algo não está no tempo que dura fisicamente mas no tempo em que fazemos com que se prolongue dentro de nós.

A inexistência de uma eternidade, de sabermos que algo vai permanecer ali eternamente, faz-nos refletir, faz-nos pensar que não queremos viver muita felicidade, seja em que momento for, pois quando terminar a dor vai ser enorme, quase insuportável. Mas também nos faz enfrentar a dor com um pouco mais de positividade, porque sabemos que não vai eterna, não vai durar para sempre, faz com que nos tornemos mais fortes, que não nos deixe terminar assim, porque, na realidade, nada é eterno.

A eternidade vive em cada um de nós, tendo o significado que cada um lhe quer dar, porque algo só será eterno se, interiormente, EU decidir que o é.

infinito.png

 Cudgi & Nono <3

 

 

 

 

Planos vs Fuga do planeado

imagesCAWGKID6.jpg

Todos temos planos e fazemos planos para tudo.

Fazemos planos para a nossa vida.

Fazemos planos para o dia-a-dia. Fazemos planos de manha, para todo o nosso dia.

Fazemos planos no início da semana, para que nada falhe.

Planeamos o que vamos fazer, quando o vamos fazer, com quem o vamos fazer e porquê.

Planeamos o dia de trabalho, milimetricamente, para que nada falhe.

Planeamos as refeições da semana, para que tudo esteja preparado na hora certa

Não vivemos sem planos, e se o acaso, o imprevisto vier, atrapalhamo-nos, ficamos sem saber o que fazer, porque não foi planeado, não foi estudado, não nos preparamos para tal.

Passamos minutos, horas, dias, a fazer planos, eles gerem a nossa vida e nós gostamos que assim seja. Gostamos que o plano seja montado, gostamos que tudo decorra como planeado.

Mas quando algo sai do planeado, estamos nós preparados para isso?

Se fazemos planos é porque gostamos que nada saia da nossa expetativa.

Mas existe sempre algo que falha, existe sempre algo que foge do nosso grande controlo, existe sempre algo que nos escapa.

E não será nesses momentos, sem planos, onde as fugas são imprevisíveis, onde o controlo não impera, que acontecem as melhores coisas?

Não é nesses momentos em que não prevemos o que vai acontecer naquele minuto que ficamos mais entusiasmados, mais contentes, mais eufóricos, que nos sentimos depois mais realizados?

Porque os planos são importantes mas o que não é planeado é muito mais emocionante.

 

"A vida é o que acontece, enquanto você está ocupado fazendo outros planos."

(Jonh Lennon)

 

Portanto deixemos de planear tanto... Vamos viver, porque afinal de contas viver é somente o melhor plano que podemos ter.

a-vida-e-de-quem-300x300.jpg

Cudgi & Nono <3

 

 

<