Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

duasmulheresemeia

Príncipes encantados? Felicidade!

 

Há quem diga que o príncipe encantado não existe, há quem diga até que amar outra pessoa é uma grande “treta”, há quem diga que as diferenças muito acentuadas num casal nunca o deixarão ser completamente feliz, há quem diga que bonitas histórias de amor são só invenções.

Será mesmo impossível encontrar o príncipe encantado, ou será que amar outra pessoa é mesmo um engano, ou até serão as diferenças que deitam por terra tudo o que se idealizou ou, na realidade, lindas histórias de amor só existem nos livros e filmes?

Para mim, o príncipe encantado não vai ser perfeito aos olhos da sociedade ou até aos meus, o príncipe encantado será alguém que apesar de todos os defeitos e manias tem grandes qualidades e me fará feliz, para mim, amar alguém não é enganoso, é bonito fazer algo por alguém, porque nos faz sentir bem, porque gostamos de o fazer, por nós, sem esperar nada em troca, isso sim, será uma grande “treta” (sem nos rebaixar-mos ou desmerecer-mos o que somos e as ações que temos para com alguém), para mim, as diferenças não terminaram com uma relação porque são essas diferenças que nos farão crescer, que nos farão adaptar a contrariedades, cada um fará as suas cedências porque, na vida teremos de fazer muitas, para mim, as magnificas histórias de amor existem na realidade, as nossas histórias serão lindas pelo que nos transmitem, pelo que nos fazem sentir, são perfeitas porque nos fazem felizes.

O amor não chega apenas para quem tem gostos semelhantes ou ideias parecidas, uma imagem do futuro completamente desenhada e um caminho futuro perfeitamente traçado. O amor aparece para quem ainda não sabe para onde seguir, para quem não tem uma ideia geral de tudo o que acontece, para quem tem ideias contrárias. O amor pode aparecer para quem nada tem a ver, e não é isso que fará com que seja amor?

Não são as diferenças que farão ver que realmente dará certo porque aquelas duas pessoas sabem como fazer funcionar?

Não são os segredos e os defeitos, difíceis de contar e terríveis de mudar que os fazem perceber que é mesmo com aquela pessoa que querem permanecer? Porque se adaptaram, porque “provaram” a personalidade do outro e agora não conseguem viver sem, porque os completa de forma diferente, porque os dois têm o que em um não existia.

Contrariamente à frase muito conhecida “Os opostos atraem-se”, a sociedade não acredita que personalidades opostas consigam sobreviver por muito tempo, mas não é por isso que eles farão de tudo para resultar? Não é por isso que um fará o que o outro faz, não é por isso que entrarão no mundo um do outro para perceberem o que estes vivem?

Não é por ninguém acreditar que eles serão, no final, um belo casal?

Ele não é um príncipe encantado, nem chegou no seu cabalo branco, mas é o homem que ela ama, por quem se apaixonou e com quem quer ser feliz.

OS-OPO~1.JPGa350c7a24ec003bb05fb803314f7d250.jpg

Nono e Cudgi <3

 

Booking.com

6 comentários

Fala-me...