Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

duasmulheresemeia

Futuro no passado

mensagens-sobre-o-futuro-1.jpg

Com 20 e poucos anos, as minhas projeções de futuro estão um pouco no passado. Desapareceu a ingenuidade do “tudo é possível”, talvez pelos sucessivos entraves a tal acontecimento.

Acho que nesta idade ainda poderia acreditar que tudo é possível, que basta força de vontade, luta, persistência e muito amor pelo que se quer, além de trabalho, claro, para conseguir ser e ter tudo aquilo que quero. Deveria ter o pensamento de que tudo é possível, que nada nos é dado sem esforço mas, na realidade, nada é impossível, se é mesmo o que queremos, basta acreditar.

Deveria ter uma visão de um brilhante futuro, pensar que, agora, é que poderei começar a minha vida, agora é que poderei ser o que sempre quis, agora é que tenho de lutar com todo o poder que tenho para alcançar o que sempre quis. Mas a única coisa que consigo visualizar no momento, é que o futuro não parece nada brilhante, é que o que sempre quis talvez não seja aquilo que conseguirei, que depois de tanto esforço a caminhada parece levar-me ao mesmo local inicial.

Depois de terminar um ciclo na vida, depois de cumprir um sonho, deveria ter a caixa de sonhos cada vez mais cheia, mas já comecei a desfazer alguns, já não tenho a sensação de que “conseguirei tudo o que quero”, já não acredito tanto na frase “Vais conseguir”, já não fazem sentido as frases de incentivo “Basta acreditar e tudo será possível”, “Trabalho e persistência, vão levar-te onde queres”, “Podes fazer de ti aquilo que quiseres”, com 20 e poucos anos, já não acredito em todas estas “verdades”.

Já não acredito que o trabalho, a persistência, o talento, o acreditar, me colocarão aonde quero estar, me levarão para onde sempre quis ir, já não acredito que “É possível basta acreditar”. Com a minha idade e depois de um grande sonho cumprido, a lutar por realizar muitos mais e cada vez maiores, as derrotas custam ainda mais, o objetivo final parece cada vez mais longe e, possivelmente, alguns sonhos terei de abandonar definitivamente.

Mas, afinal, a vida não é isso mesmo? Não se trata de fazer opções? De crescer com o que se vai aprendendo? Não perder a vontade de continuar a lutar mas perceber que existem mesmo impossíveis?

Cada vez mais percebo que nem todos os meus sonhos são possíveis de realizar, por mais que eu trabalhe, por mais que eu lute, por mais que eu insista. NÃO! Não é possível concretizar todos os sonhos e muitos ficarão pelo caminho, alguns depois de tentar muitas vezes, outros apenas depois de avaliar novamente e até nem tentar, são opções. São fases de crescimento.

Por isso, com 20 e poucos anos deixei de acreditar que o meu futuro será perfeito e será o que sempre imaginei. Não será, pode ser melhor ou pior. Talvez tenha demorado demasiado para perceber isso ou talvez pudesse ter sonhado mais um pouco, mas algum dia iria perceber, certo?

 

Cudgi <3

Booking.com

9 comentários

Fala-me...